Prevenção das Alergias Respiratórias - Parte II

ALERGÉNIOS DO EXTERIOR

alergias_ext1

Os pólens podem induzir a doença alérgica.
São mais comuns os pólens das árvores, dos arbustos e das ervas.
A parietária (na linguagem mais comum a alfavaca) e as gramíneas são das ervas que tem causado mais alergias nas crianças com alergia respiratória na nossa Região e em todo o território Continental.
A concentração dos pólens no ar atmosférico depende do ciclo de polinização específica para cada espécie.
Na Primavera e no Outono existem maior concentração de pólens no ar.
Na nossa Região não existem grandes concentrações de pólens uma vez que está rodeada por mar.
Nos dias secos e ventosos os picos de polinização são mais elevados.
Os picos de polinização sobem à medida que a temperatura sobe.
De manhã o pico máximo é às dez da manhã.
À tarde o pico não é tão elevado e é por volta das 17:30.

Quais os procedimentos a adoptar?

A lavagem nasal é o procedimento mais importante a efectuar na época polínica para prevenir a alergia a pólens.

TEM ALERGIA A PÓLENS? O QUE PODE FAZER?

Primeiro saber quais os pólens que é alérgico.
Consultar o boletim polínico.
Fechar as janelas nos dias ventosos e secos se as concentrações de pólens são elevadas.
Preferir secar a roupa na máquina nesses dias com concentrações elevadas de pólens.
Preferir actividades de lazer no mar.
Se teve actividades na rua nos períodos de maior polinização deve lavar sempre os cabelos antes de dormir.
Ao viajar de carro deve fechar as janelas do carro.
Os motociclistas deverão usar capacete integral.

 

alergias_ext2

Os animais domésticos são outros tipos de alergénios.
Os animais mais alergénicos são todos aqueles que na sua constituição tem pelo ou penas. Assim temos os cães, os gatos, os pássaros os hamsters, etc.
São através da caspa, saliva, pelos, penas e detritos que provocam alergia.

QUAL O PROCEDIMENTO MAIS CORRECTO?


Não permitir que estes animais coabitem dentro das habitações.
Em alternativa oferecer à criança um peixinho ou tartaruga.

Não queria terminar esta minha apresentação sem falar da poluição e do tabaco.
A poluição contribui para o agravamento da alergia respiratória nomeadamente a asma.

 

 

alergias_ext3

O anidrido de carbono é responsável pela maior parte da poluição pois não temos muitas fábricas na nossa região.

O tabaco passivo pode ser tão prejudicial como o tabaco activo.

alergias_ext4

A exposição das crianças asmáticas ao fumo do tabaco pode desencadear crises de asma.


CONCLUSÃO
A prevenção da alergia respiratória é possível!
Os pais elucidados podem modificar o ambiente onde vivem. Era fundamental que a criança estivesse num ambiente sem ácaros, sem fungos, sem animais e sem a exposição ao tabaco.

Fernanda Vila
Enfª. Especialista em Saúde Infantil e Pediatria

Registe-se